O caderno perfeito

Creio não incorrer em grande falha se disser que toda a gente que gosta de escrever, ou que tem na escrita o seu ofício, gosta de cadernos. Eu não sou excepção. Não se trata apenas de gostar de cadernos indiscriminadamente, embora a ideia de caderno, por si, possa ser apelativa. Mas há, claro, cadernos maus,… Continue a ler O caderno perfeito

Escrever o quê?

Passa-se o seguinte: ando a ler pouco, muito pouco; não tenho visto filmes, não tenho visto nada. Tenho andado a escrever algumas coisas, mas tão pouco que me envergonho. Escrevi oito versões de um texto que ocupa um quarto de página. Dei voltas e voltas até chegar a qualquer coisa para que pudesse olhar e… Continue a ler Escrever o quê?

Escrever este post é não estar a escrever a história de que este post fala

Apetece-me escrever e não me apetece escrever. Tenho uma história na cabeça que começou a desenhar-se de forma completamente aleatória, motivada por um divertimento absurdo. A personagem principal é um escritor cujo nome é um anagrama do meu. O título da história é um anagrama do nome do escritor e não sei ainda o que… Continue a ler Escrever este post é não estar a escrever a história de que este post fala

Published
Categorized as Escrita

Em vez de assim

Comecei a escrever aqui um post que falava sobre o Benfica, e a derrota que sofreram contra o Porto, e a que provavelmente sofrerão contra o Zenit. Depois achei que era melhor não falar de futebol neste blogue. Primeiro, porque não tenho nada de jeito para dizer. Sempre me aborreceu imenso falar de futebol e… Continue a ler Em vez de assim

Published
Categorized as Escrita

Nenhuma das duas

Há bocado senti uma vontade absurda de escrever ficção. Já passaram uns meses desde a última vez que o fiz. O último conto que terminei não passou ainda de primeiro rascunho. Ainda não tive coragem de lhe pegar e enfrentar as imperfeições. Há já muito tempo que percebi que a minha imaginação é fértil quando se… Continue a ler Nenhuma das duas

Published
Categorized as Escrita

Do patriotismo e da descrição

Quem me conhece sabe que não sou dado a patriotismos. Não sei se isso é bom ou mau. Sei porque é que sou assim e se calhar o motivo não é o mais correcto. É que para mim o patriotismo está demasiado associado ao nacionalismo obtuso da direita extremista. Eu tenho consciência de que isto… Continue a ler Do patriotismo e da descrição

Da realização de não-realizações

Não passa um dia sem que pense na escrita. Infelizmente, o pensamento não é acompanhado pelo acto. Não passa um dia sem que eu pense na não-escrita, actividade em que sou exímio. Se a primeira, idealizada, me entusiasma, a segunda, realizada1, desespera-me. Sou muito bom a realizar não-realizações, o que é uma qualidade, no mínimo,… Continue a ler Da realização de não-realizações